Schriftzug
Auswanderungen -> 19tes Jahrh. Saarländer zogen in den Urwald

Saarländer zogen in den Urwald

Ein Beitrag zur Brasilienauswanderung vor 135 Jahren

Von Hansheinz Keller, Deuselbach

 

Geschichte und Landschaft, August 1963, Nummer 36

Heimatbeilage der Saarbrücker Zeitung

 

Der nachstehende Bericht ist ein Vorabdruck aus dem in diesen Tagen erscheinenden Buche „Neue Heimat Brasilien". Sein Verfasser ist geborener Saarbrücker. Hansheinz Keller war seit langem mit der Materialsammlung über die Auswanderung Deutscher nach Brasilien beschäftigt; er hat zu diesem Zweck vor zwei Jahren selbst eine Studien- und Vortragsreise in das südamerikanische Land unternommen. Der Höhepunkt der deutschen Einwanderung fällt in die Zeit des Kaisers Dom Pedro II. (1831-1889); den Anstoß zur Herbeiziehung Deutscher gab die habsburgische Gattin Pedros I., Leopoldina. Der schon unter diesem Kaiser mit der Anwerbung deutscher Kolonisten beauftragte Hamburger Major Dr. Schäffer spielte bei den Einwanderungs. geschäften eine umstrittene Rolle. Er war an der Gründung der Kolonien Leopoldina und Frankental in Bahia beteiligt und starb später an Alkoholvergiftung als Hilfskatechet bei den Botokuten am Rio Doce. Er war der erste, der deutsche Kolonisten nach dem Süden schickte.

Bis 1830 kamen insgesamt 1823 Einwanderer aus Deutschland in Südbrasilien an, die sich zum Teil in der entstehenden Stadt Sao Leopoldo, zum größeren Teil aber in dem nördlich dieser Stadt gelegenen Urwald ansiedelten. In Deutschland liefen die Zeitungen Sturm gegen die Werbemethoden des Dr. Schäffer, und da die brasilianische Regierung in der Folge die von den Anwerbern versprochenen Unterstützungen und Hilfen nicht einhielt, wurde die Auswanderung nach Brasilien teilweise sogar verboten. Um 1830 trat ein Stillstand ein. Später lebte die Einwanderungsbewegung wieder auf. Zwischen 1845 und 1853 waren es wieder 2600 Einwanderer im Süden, doch ist eine genaue Zahl hier schwierig anzugeben, da nun schon die private Kolonisierung eingesetzt hatte. Diese ersten Einwanderer hatten kein leichtes Leben. Sie kämpften nicht nur gegen den dichten, undurchdringlichen Urwald, sondern auch gegen wilde Tiere, Schlangen, Insekten und die Indianer, durch deren Überfälle mehrere Kolonisten getötet wurden. Doch mit unverdrossenem Mut, mit zähem Fleiß und großer Ausdauer nahmen die Neuankömmlinge den Kampf mit allen Widerwärtigkeiten auf, und schon bald entstanden freundliche Gehöfte, blühende Dörfer und fortschrittliche Städte.

Zu den ersten Gründungen deutscher Einwanderer gehört auch die Stadt Novo Hamburgo. Wo die schon vor der Einwanderung bestehende Straße nach dem Inneren eine Abzweigung nach Dois Irmaos hat, ließen sich einige Geschäftsleute nieder, die die Erzeugnisse der Kolonisten aufkauften und nach der Hauptstadt Porto Alegre absetzten und andererseits die Kolonisten mit Bedarfsgütern versorgten. So entstand hier schon bald ein blühendes Dorf, das die Kolonisten „Hamburger Berg" nannten, da es auf einem Hügel lag und die Kaufleute eingewanderte Hamburger waren. Schon 1857 wurde das Dorf Pfarrsitz, und 1876 verband die erste Eisenbahn in Rio Grande do Sul die Hauptstadt mit dem aufblühenden Ort. Die Endstation lag am Fuße des „Hamburger Berg" man nannte sie „Novo Hamburgo", also Neu-Hamburg. Neben der Handelstätigkeit hatte sich aber schon um die Mitte des vorigen Jahrhunderts eine rege Industrie entwickelt. Im besonderen waren es Ledererzeugnisse, Sättel und Zuggeschirre, Lederpantoffeln, die man „Schlappen" nannte, die ein wichtiger. Exportartikel waren und in Hausindustrie hergestellt wurden. Gründer der Lederindustrie in Novo Hamburgo war der im Jahre 1797 aus dem Rheinland eingewanderte Nikolaus Becker.

Unter den in den Jahren 1824 bis 1829 eingewanderten Deutschen waren viele Auswanderer aus dem Hunsrück und dem Saarland. Der verdienstvolle Forscher, Major Pedry, dessen Vorfahre aus Theley (Saar) einwanderte, und der auch ein Buch über Novo Hamburgo geschrieben hat, stellte mir eine Liste zur Verfügung, die allerdings nicht den Anspruch auf Volljährigkeit erheben kann.

Die Namen folgender saarländischer Einwanderer sind dieser Liste entnommen:

(Die Schreibweise der Familiennamen mag hier und da Fehler enthalten; diejenige der Ortsnamen ist, wo sie fehlerhaft war, berichtigt)

Jacob Fröner , kath., St. Wendel, am 22. Mai 1829, mit Schiff „Olbers" nach Dois Irmaos;

Georg Jacob Fuchs , ev., Niederlinxweiler, am 18. März 1829, mit „Olbers" nach Dois Irmaos;

Johann Hanauer, Wiebelskirchen, am 18. März 1829, mit „Olbers" nach Sao Jose Hortensio;

Heinrich Helfenstein, ev., Thallichtenberg/St. Wendel, 24. Mai 1829, mit „Friedrich Adler" nach Dois Irmaos;

Michel Junge s, kath., Dietzbach-Saarlouis, am 3. März 1829, mit „Olbers" nach Sao Jose Hortensio;

Peter Kappel, ev., Saarbrücken, am 9. Mai 1829, mit „Olbers" nach Novo Hamburgo;

Jacob Kunzler , kath., Willingen/ Saarlouis, (wahrscheinlich Dillingen/Saarlouis) am 18. März 1829, mit „Olbers" nach Bom Jardin;

Johann Lauermann, Wadern, 4. Februar 1827, nach Bom Jardin;

Johann Petri, Theley, am 9. Mai 1829 nach Dois Irmaos;

Schmeer, ev., Bischmisheim, am 18. März 1829 mit „Olbers" nach Campo

Peter Kappel, ev.,'Saarbrücken, 9. Mai 1829, mit „Olbers" nach Novo Hamburgo;

Jacob Kunzler, kath, Willingen/ Saarlouis, (wahrscheinlich Dillingen/Saarlouis) am 18. März 1829, mit „Olbers" nach Bom Jardin:

Johann Lauermann, Wadern, 4. Februar 1827, nach Bom Jardin;

Johann Petri, Theley, am 9. Mai 1829 nach Dois Irmaos;

Leonhard Voltz, Niederlinxweiler, am 18. März 1829, mit „Olbers" nach Campo Bom.

Außerdem wanderten ein: Jakob Schwingel (Oberlinxweiler), Wilhelm Maurer (Bischmisheim), Mathias Maurer (Bischmisheim), Peter Becker (Wiebelskirchen), Jakob Schmidt (Eisen), Thome (St. Wendel) und Philipp Elicker (Niederlinxweiler), Johann Friedrich Löbian (Niederlinxweiler)

 

Einen interessanten Einblick in die Zeit der Auswanderung und Kolonisation vermittelt der folgende Brief eines Saarauswanderers:

„Von der Colonie Sanct Leopoldo, ohnweit der Stadt Porto Alegro in der Provinz Rio Grande de Sul im Kaiserreich Brasilien, geschrieben am Sonntag dem 21sten April im Jahre 1833

An meinen bis zum Tode treu geliebten Schwiegersohn Jakob Lind und der so herzlich geliebten Tochter Louise in Niederlinksweiler von Johann Friedrich Löbian von Niederlinksweiler. Meine aus ganzer Seele geliebten Kinder! Und Ihr alle meine Werthgeschätzten Geschwister, Freunde, Anverwandten und Bekannten!

 

Die Gnade Gottes des Vaters, die Liebe Jesu Christi und die ,Gemeinschaft des Heilgen Geistes wolle Euch mit Euren lieben Kindern beschützt und beschirmt, gesegnet und mit der besten Gesundheit und Wohlstand beglückt und erfreut haben in den beynahe 5 Jahren daß ich Euch mit meinen 2 Töchtern und Schwiegersohn verließ um einen besseren Lebensaufenthalt nächst 5000 Stunden weit über das Weltmeer zu bereisen, möchten doch meine tausenfachen Herzinniglichen Grüße Euch mit diesem Briefe erreichen! mögten Gottes Segen wie des Vaters Segen ferner mit Euch seyn! mögtet ihr doch mein und meiner Töchter und meiner Schwieger Söhne gute Gesundheit und gute Umstände lesen, mögtet Ihr unserer nach weiter Ferne stets gedacht und für uns wie für Euch Gott angerufen haben! mögte ich auch bald mal von Euch einen Brief empfangen o dann wäre ich mit den Meinigen ganz beglückt; und wenn ich Nachricht von Euch allen die Ihr in diesem Briefe gegrüßt seyd erhielte das es Euch nach Wunsch geht und Ihr mich noch immer gedacht habt o dann so würde ich mit Freuden dem Grabe entgegen gehn, dann in einer besseren Welt wird Gott mich mit denen wieder zusammen führen die wohl schwerlich mehr meine Arme auf Erden umfangen, meine Augen noch einmal sehn und meine Lippen küssen werden!

 

Mit meinen 2 Töchtern Henriette Katharina und Maria Katharina und dem Tochtermann Friedrich Werkle bin ich von Bremen ab mit dem Schiff „Albers" 3 Tage vor Michaelis 1828 in die hohe See eingesegelt, von 783 auf dem Schiffe sich befindenden, sind 33 Kinder gestorben, 42 geboren; auch 7 Frauen raubte der Tod. Nur einmal hatten wir Sturm und schweres Gewitter, der aber 10 Tage dauerte, darnach hatten wir eine heitere wohl beschwerliche aber nicht gefährliche See und Meeres Fahrt! 3 Tage vor dem Weihnachts Fest 1828 sind wir aus dem Schiff aufs Land gestiegen bey Rio de Janeiro in Armaßon; der überall zugegende Gott hatte uns frisch und gesund erhalten! 3 Wochen nach Weihnachten verheyrathete sich meine Tochter Henriette Katharina mit Jakob Adamy von Schrnidthackenbach bey Kirn an der Nahe; sie wurden in der Englischen Kirche in Rio de Janeiro von einem Englischen Pfarrer kopuliert; 8 Tage nach ihrer Hochzeit schenkte Gott meiner Tochter Katharina einen jungen Sohn. Dem Jakob Adamy seine Mutter, sein Bruder mit 5 Kindern und seine Schwester sind mit uns gesund und wohl angekommen, es ist keine kleines Wagstück über 3 Seen, die Nordsee, die Spanische See und den Atlantischen Ocean die Reise nach einem anderen Welttheil zu unternehmen! 4 Wodien nach der Verbindung meiner Tochter Henriette Kathrina starb die Mutter meines Schwiegersohnes Jakob Adamy in Armaßon. Dort wir uns 14 Wochen lang aufhalten bis zum 10ten März 1829, mit einem Portugieser Schi' machten wir die Fahrt frey bis nach Porto Alegro, und von da bis nach de Neuen Stadt Sanct Leopoldo auf diese letzten Seereise nahm Gott das Kin( meiner Tochter Katharina welches in Ar maßon geboren war, wieder zu sich!

 

Mein Schwiegersohn Friedrich Werkle starb in Porto Alegro im Hospital; schon in Armaßon war er krank geworden. Obgleich er in Porto Alegro recht gut verpflegt wurde und die Doktoren sehr bemühten seyn Leben zu erhalte, so hatte es Gott doch anders über ihn beschlossen! — Auch meine 2 Töchter wurden auf der letzten Reise von Tödlicher Krankheit überfallen, womit sie ein ganz Viertel Jahr behaftet waren, Der Allgüte Gott erhielt sie mir; doch waren sie schwer krank so sehr, das keins dem andern einen Trunk Wasser reichen konnte! — Ich und mein Schwiegersohn Jakob Adamy waren weder auf dem Wasser noch auf dem Lande alle: nicht mal eine Stunde krank.

 

Den 10ten May 1829 kamen wir in diesem von Gott mit reichlicher Fruchtbarkeit gesegneten Lande in dem alles immer grünt und blühet glücklich an; bey Georg Schirmer von Wald Laubersheim bey Bingen kamen wir zu wohnen; bey denen es uns an allen Lebensmitteln nicht mangelte; Gott führte uns zu recht Leuten! die meinen kranken Töchtern aufwarteten wie ihre Eigenen Kinder! —im Monat August 1829 verehelichte sich meine Tochter Katharina wieder mit dem Sohn aus dem Hause, mit Philipp Schirmer; im Monat Oktober 1829 habe ich mit meinem Schwieger Sohn Jakob  Adamy unsere Kolonie angetreten, diese unsere Kolonie oder Landes Eigenthum ist gelegen im Urwalde in den 48 Kilonien hat sie die Nr. 46 und liegt in der Pikade Rio di Fiktoria, wir haben sie für 20 Thaler gekauft; ein hiesiger Thaler hat den Werth von 6 Franken!

 

Da uns die Zeit zu lange dauerte bis daß wir eine Kolonie erhielten wir auch nicht gerne zu weit in den Wald. Hinein möchten, so handelten wir uns diese Kolonie ein, mit der wir sehr glücklich gewesen sind; es sind 2 Stunden von den Kamp oder freiem Lande aus bis nach unserer Besitzung! wir haben gutes ebenes Land und Bergiges! bey unseren Wohnungen sind klare Brunnen. Das Wasser ergießt sich in den eine Viertelstunde von unseren Gebäuden befindlichen Rio oder Fluß, der schiffbar ist bis nach der Stadt Porto Alegro, Georg Bauermann von Horn der einen Kramladen und Wirthschaft hat, der verheyrathet ist mit Non seiner Tochter Katharina hat sich jetzt ein Schiff bauen lassen, er ist der 4te Nachbar von uns; unsere Kolonie hat 100 Braßen in die Breite und 1600 in die Längen Tiefe, eine Braßen hat 71/2 Fuß!

Von allen deutschen Feld und Gartenfrüchten pflanzen wir hier, Grüne Gemüse können wir das ganze Jahr durch haben; die Maniok oder Farinen Wurzeln sind sehr angenehm, schmecken noch besser als Kartoffeln, die Wilden Wurzeln werden in den Mühlen zum feinsten Mehl gepreßt, und noch teurer als an deres Mehl verkauft; die deutschen Kartoffeln gerathen im Jahr 2 mal; man hat hier Powern eine Art Fleschen, von Geschmack wie gelbe Rüben; die meisten sind fürs Mastvieh bestimmt; Batatten sind süß schmeckende Kartoffeln; angenehmen Geschmack.

Viel Bohnen, besonders schwarze und weiße, auch von allen Farben. Reis haben wir ein halb Faß voll gesäet und 5 Malter geerndtet; der Türkische Weitzen oder das Welschkorn geräth hier häufig 2 mal im Jahr; das Zuckerrohr, aus dem auch Branntwein gebrannt wird pflanzen wir hier so dicht, als das Streitbeer-Bäumchen in dem Garten ist, den Wein Reben thun die Ameisen Vielen Schaden; Baumwolle, Oehl und Tabak wachsen beynahe gleich dem Unkraut; die Hauptpflanzungen sind in den Monaten September und Dezember! Das Korn, Gerste, Hafer, Flachs und Hanf, Erbsen und Linsen werden im Monat Juni gesäet! Das Welschkorn, die Powern und Kartoffeln gerathen in Menge 2 mal jährlich, deutsches Obst haben wir noch nicht hier, das Südobst sind Apfelsinen, Feigen, Bananen, Limonen, Pfirsiche, Feigen und Orangen Bäume, die hier viel schneller wachsen als in Deutschland die Obstbäume! Doch an vielen Stellen lassen die Ameisen die jungen Bäumchen nicht emporkommen!

Der Erdboden hier im Walde bedarf nicht der Besserung des Düngers! Die abgehauenen Baumstämme die in der Erde verfaulen und die Asche und das Laubwerk der Bäume düngen das Land; 

 

Der Wald kann noch nicht mit dem Pfluge bearbeitet werden, weil die Wurzeln der Bäume noch im Wege stehn! — unser Ackergeschirr besteht daher nur aus Axt und Hacke, — Heu brauchen wir nicht zu machen, weil es nicht wintert! Rindvieh und Pferde gehn Tag und Nacht in einer umzäunten Weide, die Kühe kommen Abends zu ihren im Stall gelassenen Kälbern nach Hause um gemolken zu werden; die Pferde sind and.' so zahm daß wenn man sie ruft sie gleich heran kommen; — wir haben 4 Kühe und 4 Kälber; 3 tragbare Rinder, einen Farrochsen, 2 Reitpferde, ein junges Füllen, Schweine mehr als genug; — die Anzahl der Hühner können wir nicht beschreiben, da wir selbst nicht wissen wieViel wir haben, indem wir sie selbst nicht zählen können; wir haben schon für 10 Thaler Hühner auf einmal verkauft; anch. aus Butter und Eier lösen wir vieles Geld! - alles können wir absetzen und zu Gelde machen schon in unserer Nachbarschaft, wir haben keinen Mangel an irgend einem Guten doch rahte ich keinem hierher zu kommen, uns deucht, es wäre noch besser in Nordamerika!

 

Ein jeder Kolonist hat auch seine Handmahlmühle, doch gibt es auch jetzt mehrere Wassermahlmühlen in den 3 Haupt Waldesstraßen oder Pikaden und auf dem freien Lande; das Land ist auch viel von Portugiesen bewohnt, einige darunter haben es viele Tausenden Rindvieh und Schafe und Pferde, daß sie selbst nichttwissen wie viel! - Unsere 4 Kühe mit Kälber kosten uns 64 Thaler, die Pferde 17 Thaler; Wildes Vieh ist hier auch gar mancherlei, die Jagd ist überall frey, -

Die Wilden Schweine sind sehr oft hundertweise beysammen; - doch da wir und ein jeder Kolonist einige Hunde haben, so lassen diese die Schweine nicht in unsere Nähe kommen. Die Ameisen und die Sandflöhe sind hier das meiste Ungeziefer, doch sind diese an einigen Stellen mehr als an andern, wo wir wohnen, spüren wir wenig die Sandflöhe in den Füßen; es ist hier ein warmes Land, die Hitze des Sandes bringt die Flöhe hervor!

 

Für Menschen ist die Hitze leidlich, es ist hier nicht zu warm! Um die Weihnachtszeit ist es hier am wärmsten! Die Winterzeit die Monate Juny, July und August, darin es oftmals regnet; der Kaffee wächst nicht hier, denn es ist hier zu kalt, und doch trinken wir ihn täglich 2 auch wohl 3 mal; Fleisch essen wir alle Tage; mit Zugemüse haben wir dieselben Veränderung wie in Deutschland!

 

Das Klima dieses Landes ist gesund und das Wasser rein und wohlschmeckend; wegen der häufigen Stürme und starken Winde sind die Häuser alle nur von einem Stockwerk; wir bauen uns jetzt ein Neues Haus und decken es mit hölzernen Schindeln, denn die Ziegeleien sind zu weit von uns entfernt; das brauchbarste und kostbarste Holz, dicke und dünne Stämme zum Bauen und Möbeln sind hier, unter andern die ächten Cedern; Abgaben haben wir bisher noch nicht! Es wohnen schon 60 Jahre Portugiesen hier, die noch keine Abgaben bezahlt haben! Was die Subsidien oder die Kopfgelder angeht, so haben wir noch die von einem ganzen Jahr die halben zu fordern; auch das versprochene Vieh, Ackergeräth und dergleichen!

 

Der Kaiser von Brasilien ist schon lange aus seinem Reich! Krieg haben wir nicht, und können nicht bestimmen, wie lange es so, wie es jetzt ist, noch bleiben wird;

Im vorigen Jahr haben die Deutschen eine Neue Evangelische Kirche erbaut, sie ist von meinem Schwiegersohn Philipp Schirmer eine Viertelstunde entfernt,

eine andere Protestantische Kirche steht 2 Stunden von uns;

2 Evangelische Pfarrer sind hier die Schullehrer, haben gar keine Unterstützung von der Regierung. Von den Wilden haben wir nichts zu befürchten, weil schon so viele Deutsche hinter uns wohnen; seit der Zeit, da wir hier im Lande sind, verlohren schon 21 Deutsche groß und klein ihr Leben durch die Wilden.

Ich wohne mit meinem Schwiegersohn Jakob Adamy und meiner Tochter Henriette Katharina zusammen in einer Behausung.

Wir Leben im Vergnügen, Eintracht, Zufriedenheit, Arbeitsamkeit und Wohlergehen mit einander! So das obgleich ich den 2ten May dieses Jahres 63 Jahr alt bin, ich doch Gott bitte, mich, wenns ihm gefällt und mir nützlich ist, noch 20 Jahre leben zu lassen! Mit unserem freien Land Eigenthum waren wir recht glücklich, wir haben darauf zu Leben! und können noch übrige Früchte verkaufen.

Unsere Nachbarn sind Heinrich Haupert von Sien Hopsteten, Peter Ehlin und Nicolaus Ehlin von Mammichel, und Peter Reinheimer von Alten Glan;

unsere Landes Leute von Niederlinksweiler wohnen noch 2 Stunden von uns ab;

Jakob Schwingel von Oberlinksweiler wohnt 2 Stunden von uns in einer andern Walles-Pikade;

Wilhelm Maurer von Bischmisheim wohnt auch 2 Stunden von uns;

Philipp Elicker auch 2 Stunden von uns,

Mathias Maurer wohnt auf dem Kamp oder dem freien Lande 2 Stunden von uns;

Peter Becker von Wiebelskirchen wohnt auch 2 Stunden von uns; Nicolaus Alles wohnt 4 Stunden entfernt. Jakob. Schmidt von Eisen, Thomehs Tochtermann von Sankt Wendel wohnt 3 Stunden von uns.

Michael Adamy von Schmidthachenbach, der Bruder meines Tochtermannes, wohnt auf Nr. 33 in diesem 48 Kolonien, worin wir wohnen; er ist mit Frau und Kindern noch so gesund und wohl, als sie waren wie sie von Haus abreiseten; sie haben hier noch eine junge Tochter erhalten, jetzt ein halb Jahr alt, er befindet sich in eben dem guten Stande, worin auch wir Gott dafür danken.

 

Die Ehe meiner Tochter Henriette Katharina hat der Liebe Gott mit einem Sohn gesegnet, der in der heiligen Taufe die Namen Philipp Jakob erhalten hat und Michaeli Tag dieses Jahres 2 Jahre alt wird und munter und gesund ist;

Meine andere Tochter Katharina wohnt 4 Stunden von uns, hat 2 Kinder, einen Sohn 2 1/4 Jahr alt Namens Heinrich Jakob und ein Mädchen 8 Wochen alt, Maria Katharina genannt; sind alle gesund und wohl und befinden sich auch in dem glücklichen Stande, wie wir dafür Gott ewig preisen; sie haben auch Wald wie wir, doch wohnen sie näher an dem freien Lande; die Tochter Katharina hatte keine Lust tiefer in den Wald hinein!

Meines Schwiegersohn Schwester Maria Elisabeth hat sich seit 1829 verheyratet mit Jakob Tatsch von Holzbach bey Kirchberg zu Haus und wohnt auf Nr. 21 in derselben Pikade, worin wir wohnen! — Sie hat einen jungen Sohn, ein Jahr alt;

Peter Bauer von Becherbach wohnt von uns eine kleine Stunde, er ist mit seiner jungen Frau wohl und gesund;

Jakob Barth von Schmidthachenbach wohnt 4 Stunden von uns; Gott hat ihn mit einem jungen Sohn erfreut,

Johannes Scherer und Johannes Siegel von Hachenbach wohnen vor dem Walde, der Weg geht bey ihnen zu unserm Laneseygenthum durch; diese sind auch im Wohlergehn.

Nun, mein vielgeliebter Schwieger Sohn Jakob Lind, Grüße ich Dich und meine vielgeliebte Tochter Louise Vieltausend Mal! auch meine Tochter Henriette Katharina.

Katharina und ihr Mann Grüßen mit mir Euch und Eure herzliebste Kinder;

Viele Grüße an meinen Bruder Michael sammt Frau und Kinder, an die Schwester Louisa nebst ihrem Mann und Kinder, Daniel Ney und seine Familie, an Jakob Bettinger und seine Familie, an meinen Schwager Küßler nebst Frau und Kinder viele herzliche Grüße!

 

An die ganze Küßlerische Familie in Niederlinksweiler, an Heinrich Voltz und an alle seine Geschwister nebst Frau und Kinder

An Ludwig Mühlenbacher in Maintzweiler sammt Frau und Kinder

Viele tausend Grüße an Bernhard Tilk in Berschweiler mit Familie Grüße ich vielmals freundlich,

auch meine Nachbarschaft in Niederlinksweiler,

auch meine Baase Anna Maria Schmidt in Dörrebach und ihre Kinder und Enkelchen und Ihre ganze Anverwandtschaft grüße herzlich;

Vorzüglich Grüße ich Hochachtungsvoll den Herrn Pfarrer Schmoll in Niederlinksweiler Hochwürden! sammt Frau Gemahlin und Kinder, ferner den Herrn Schullehrer Jakob Groß!

 

Mein Schwieger Sohn Jakob Adamy Grüßet an seinen Vetter und Path Jakob Adamy in Limbach bey Meisenheim sammt Frau und Kinder und an seine Gothe Anna Elisabetha Adamys Frau Grüßet Sie herzlich.

Michael Adamy läßt seinen Schwager Michael Lang und alle seine Anverwanten Freunde und Bekannten in Limbach Grüßen,

die Schwester Maria Elisabeth läßt an Peter Adamy in Krebsweiler bey Kirn vielmals grüßen nebst dessen Frau und Kinder;

ich bitte Dich, vielgeliebter Schwieger Sohn Jakob Lind, diesen Brief an Jakob Adamy in Kimbach zu schicken!

 

Meine Tochter Katharina läßt Ihre Schwieger Mutter Maria Katharina Werkle und ihre Kinder freundlich Grüßen!

Meine Tochter Henriette Katharina grüßt an Johannes Pirro in Steinbach und frägt bey ihm an, ob er das Geschenk, was sie ihm von Bremen mit gegeben hat, für ihre Schwester Louise, nemlich einen schwarzen Tuchenen Rock, ein Paar Baumwollene Strümpfe, ein Spitzenhalsband, eine weiße Kappe, einen Silbern Finger Ring ihr überliefert hat! und der Barbara Werkle eine schwarze Hochzeitsmütze und ein rothes Sacktuch von Katharina abgegeben hat!

Als Geschenk hat er von meiner Tochter Henriette Katharina einen Thaler als Traglöhn erhalten!

An Dich meine Herzlich geliebte Tochter Louise übersende ich die Quittung der Herzoglich Sächsischen Landes Kassen über das Steig Protokoll Du sollst das Geld dafür allein erheben, ich habe es hier nicht mehr nöthig!

 

Euch allen Vielgeliebte Herzlich Werthgeschätzte Anverwante Frauen und Bekannte möge der Allmächtige Gott segnen beglücken und erfreuen in Zeit und Ewigkeit! Auch bitte mir so schnell wie möglich wieder zu schreiben und mir auch Alles Neues und Merkwürdiges zu melden und auch mir zu wissen zu tuhn, an welchem Ort sich mein Lieber Bruder Peter Löbian in Nordamerika aufhält, damit ich auch mal an den schreiben kann.

 

Mache die Adresse, wenn Du an mich schreibst, an den Kolonist Jakob Adamy, wohnhaft in den 48 Kolonien oder Picade Rio de Fiktoria Nr. 48 im Urwald auf der Kolonie Sanct Leopoldo, bey der Stadt Proto Alegro in der Provinz Rio Grande de Sul im Kaiserreich Brasilien; um den Brief muß eine Umschrift und Bittschrift mit Adresse an den Königlich Preußischen General Konsul Herrn Freyherrn Karl Wilhelm von Theremin Exellenz in Rio de Janeiro, Franco oder Postfrei bis Hamburg, dann kommt Dein Brief Gott gebe bald richtig in meine Hände!

Lebe wohl Vielgeliebeter Schwieger Sohn,

Lebe wohl Vielgeliebte Tochter sammt Deinen Lieben Kindern!

Lebet alle immer ewig recht wohl die Ihr in diesem Briefe benannt und gegrüßte seyd; sollten wir Euch auf dieser Welt nicht wieder sehen so wird es Gott im Himmel lassen geschehen; Mein Herz und Geblüt wird mir zu dick, so wünsche ich Euch allen denn noch Viel tausendmal Glück! Lebet wohl in Freuden, niemals Betrübe Euch ein Leiden; die Allgegenwärtige Dreieinigkeit sey stets Eure Hilfe und Zuflucht in der Wallfahrtszeit! Denket oft an uns, denn stets werden wir an Euch denken, und Euer Vater wird die Liebe Euch bis in sein Grab noch schenken."

 

------------------------------------

 

Alemão mudou-se para a selva

Uma contribuição para a emigração do Brasil há 135 anos

Do Hansheinz Keller, Deuselbach

(Translation through Bing Translator - sorry!)

 

História e paisagem, de agosto de 1963, número 36

Casa para complementar do Saarbrücker Zeitung

 

O relato a seguir é uma cópia antecipada aparecendo nestes dias, faia "Nova casa no Brasil". Seu autor é Saarbrücken, nascido em. Hansheinz Keller foi por um longo tempo envolvido na coleção de material sobre a emigração dos alemães para o Brasil; Ele realizou uma visita de estudo e palestra neste país sul-americano para esta finalidade se há dois anos. O destaque da imigração alemã cai no tempo do Imperador Dom Pedro II (1831-1889); a esposa de Habsburg Pedros I., Leopoldina foi o impulso para consagrar o alemão. O Hamburgo major Dr. Schäffer encomendado sob este imperador com o recrutamento de colonos alemães, jogado para a imigração. Armazena um papel controverso. Ele estava envolvido na Fundação das colônias de Leopoldina e Franco vale na Bahia e mais tarde morreu de envenenamento por álcool, como ajudar o catequista no Boto Kuten sobre o Rio Doce. Ele foi o primeiro que enviou colonos alemães para o sul.

Até 1830, imigrantes da Alemanha no sul do Brasil chegaram em geral em 1823, que se estabeleceram em parte na cidade emergente de São Leopoldo, a maior parte, mas na selva ao norte desta cidade. Na Alemanha, corri a tempestade de jornais contra os métodos promocionais do Dr. Schäffer, e porque o governo brasileiro fez posteriormente não o apoio prometido por recrutadores e AIDS, a emigração foi banida mesmo depois do Brasil. Em torno de 1830, entrou em um impasse. Mais tarde o movimento de imigração revivido. Entre 1845 e 1853, ele novamente 2600 eram imigrantes no Sul, mas aqui é difícil especificar porque agora a colonização privada tinha empregado um número preciso. Esses primeiros imigrantes tinham sem vida fácil. Eles lutaram não só contra a selva densa e impenetrável, mas também contra os índios, cujos ataques tem matado vários colonos, cobras, insetos e animais selvagens. Mas com coragem de unverdrossenem, com diligência tenaz e grande resistência os recém-chegados gravou a luta com todas as tribulações e logo desenvolveram amigáveis fazendas, aldeias prósperas e progressistas cidades.

Também a cidade de Novo Hamburgo é uma das primeiras fundações de imigrantes alemães. Onde o existente antes mesmo da estrada de imigração tem uma junção para dentro de DOIs Irmãos, alguns empresários se estabeleceram, quem comprou os produtos dos colonos e deposto após a capital de Porto Alegre e fornecida por outro lado os colonos com bens necessários. Assim, era uma aldeia próspera, que os colonos chamado "Hamburger Hill", que fica em uma colina, e os comerciantes foram hambúrguer de imigrante aqui em breve. Já em 1857, a vila tornou-se uma paróquia, e em 1876 a primeira ferrovia do Rio Grande ligado a capital do Sul com a cidade florescente. O término foi ao pé de "Hamburger Hill" chamado o "Novo Hamburgo", então de novo Hamburgo. Além das atividades comerciais, tinha desenvolvido uma indústria animada mas em meados do século passado. Em particular, havia produtos de couro e trem arreios, selas e chinelos de couro, chamados de "Chinelos", que é mais importante. Artigo de exportação eram e eram produzidos em casa indústria. Fundador da indústria de couro, em Novo Hamburgo foi de Nikolaus Becker imigraram em 1797 da Renânia.

Entre os muitos emigrantes do Hunsrück e Sarre foram nos anos de 1824 a 1829 de imigrantes alemães. De pesquisadores meritórios, Pedry principal, cuja Vorfahre imigrou de Theley (Sarre), e que também escreveu um livro sobre o Novo Hamburgo, fornecida uma lista de mim, que no entanto pode não pretendem idade.

Os nomes dos seguintes imigrantes alemães são retirados desta lista:

(A grafia do nome de família pode conter aí erro; é, onde estava com defeito, corrigido o um dos nomes de lugar)

Jacob entregou, Igreja Católica, St. Wendel, em 22 de maio de 1829, com o navio "Olbers" de acordo com DOIs Irmãos.

Georg Jacob Fuchs, EV., Niederlinxweiler, em 18 de março de 1829, com "Olbers" de acordo com DOIs Irmãos;

John Hanauer, igrejas Wiebel, em 18 de março de 1829, com "Olbers" de acordo com Sao Jose Hortensio;

Heinrich Helfenstein, EV., Thallichtenberg/St. Wendel, 24 de maio de 1829, com "Friedrich Adler", de acordo com DOIs Irmãos.

Michel Junge s, Católica, Dietzbach Saarlouis, em 3 de março de 1829, com "Olbers" de acordo com Sao Jose Hortensio;

Peter Kappel, EV., Saarbrücken em 9 de maio de 1829, com "Olbers" depois de Novo Hamburgo;

Jacob Kunzler, Católica, em Willingen / Saarlouis, (provavelmente em Dillingen/Saarlouis) em 18 de março de 1829, com "Olbers" de acordo com BOM Jardin;

Johann Lauermann, Wadern, 4 de fevereiro de 1827, após BOM Jardin;

Johann Petri, Theley, em 9 de maio de 1829 para DOIs Irmãos;

Santos, EV., Andreev, em 18 de março de 1829, com "Olbers" depois de Campo

Peter Kappel, EV.,' Saarbrücken, 9 de maio de 1829, com "Olbers" depois de Novo Hamburgo;

Jacob Kunzler, kaduskar, Willingen, Saarlouis (provavelmente em Dillingen/Saarlouis) em 18 de março de 1829, com "Olbers" de acordo com BOM Jardin:

Johann Lauermann, Wadern, 4 de fevereiro de 1827, após BOM Jardin;

Johann Petri, Theley, em 9 de maio de 1829 para DOIs Irmãos;

Leonhard Voltz, Niederlinxweiler, em 18 de março de 1829, com "Olbers" depois de Campo Bom.

Também mudou: Jakob festuca (Oberlinxweiler), Wilhelm Maurer (Andreev), Mathias Maurer (Andreev), Peter Becker (igrejas de Wiebel), Jakob Schmidt (ferro), Thome (St. Wendel) e Philipp Elicker (Niederlinxweiler), Johann Friedrich Löbian (Niederlinxweiler)

 

 

O tempo de emigração e colonização, a seguinte carta de um emigrante do Sarre dá uma visão interessante:

"Desde o Colonie Sanct Leopoldo, não longe da cidade de Porto Alegro, na província do Rio Grande de Sul no Império do Brasil, escrito no domingo dia 21 de abril no ano de 1833"

Meu up até a morte, fielmente amado genro Jacob Lind e como calorosamente amada filha Louise no link Niederweiler por Johann Friedrich Löbian de Niederweiler link. Meus filhos amei de toda a tua alma! E todos os meus irmãos Werthgeschätzten e irmãs, amigos, parentes e conhecidos!

 

 

A graça de Deus, do pai, que espírito queria o amor de Jesus Cristo e a Comunidade dos Santos pode mantê-lo com seus queridos filhos e assistindo, abençoado e feliz com a melhor saúde e prosperidade e beynahe feliz têm 5 anos em que deixei você com minhas 2 filhas e genro de viajar uma estadia melhor de vida próxima 5000 horas além dos sete mares, mas minhas tausenfachen Herzinniglichen saudações para você alcançar com este letras! mögten bênçãos como bênção de seu pai estar com você! mögtet dela mas minhas e minhas filhas e meus avós ler filhos de boa saúde e boas circunstâncias mögtet nossa sempre pensei que a distante e ligou para nós quanto a ti, Deus! mögte em breve você até uma carta recebida pelo ó eu ficaria bastante feliz; com a minha e se recebi tudo o que dela Saudações marcos nesta carta de você que você deseja e ainda me achou o então eu iria com alegria o túmulo contra a mensagem e, em seguida, em um melhor mundo é Deus juntos levam-me novamente que provavelmente mal mais que abraçar meus braços na terra, mais uma vez, meus olhos ver e beijar meus lábios!

 

 

Walsh com minhas 2 filhas, Henriette Katharina e Maria Katharina e a Tochtermann Friedrich eu um navegou de Bremen para baixo com o navio "Albers" há 3 dias Michaelis 1828 em alto mar, de 783 a bordo dos barcos estavam residindo, 33 crianças morreram, 42 nascido; a morte roubou sete mulheres. Uma vez tivemos uma tempestade e tempestades pesadas, que durou 10 dias, mas, depois, tivemos uma alegre provavelmente árdua mas não perigosa lago e mar viagem! 3 dias antes do Natal Festival 1828 somos da nave para o país aumentou bey Armaßon de Rio de Janeiro; a todos os lugares zugegende Deus tinha recebido nos frescos e saudáveis! Verheyrathete 3 semanas depois de Natal são minha filha Henriette Katharina com Jakob Adamy de Schrnidthackenbach em Kirn na; Eles estavam copulando na igreja inglesa no Rio de Janeiro por um clérigo Inglês; 8 dias depois de seu casamento, Deus deu a minha filha Catherine um filho jovem. Sua mãe, seu irmão com 5 filhos e sua irmã estão vivos conosco e provavelmente chegaram a Jakob Adamy, acabou não Wagstück pequeno 3 lagos, a viagem após um outro Welttheil tomando o espanhol mar, mar do Norte e o Oceano Atlântico! Após o casamento da minha filha Henriette Kathrina, meu genro Jakob Adamy na mãe Armaßon morreu Wodien 4. Lá nós nos 14 semanas de entupir a 10 de março de 1829, com um portuguesa ski ' fizemos a unidade frey após Porto Alegro e de lá até depois de nova cidade Sanct Leopoldo nesta última viagem, Deus levou as crianças (minha filha Katharina que maßon ar nascido era voltar a mesmo!

 

Meu genro Friedrich Werkle Alegro morreu no Porto no hospital; em Armaßon, ele tornou-se doente. Embora tenha sido muito bem servidos para em Porto Alegro e muito dedicado a sua vida para obter os médicos, então, decidido, mas ao contrário de Deus sobre ele! -Também as minhas 2 filhas foram atacadas na última viagem da doença mortal, eles estavam aflitos um quarto ano, Deus toda a bondade que ela me deu; Mas eles estavam gravemente doentes, para que nenhum outro alcançarem uma água do porta-malas! -Eu e meu genro Jakob Adamy estavam na água ou na terra todos: doente com menos de uma hora.

 

Chegamos no dia 10 de maio 1829 feliz nesta terra abençoado por Deus com abundante fertilidade onde tudo sempre cresce e floresce; Bey Georg Schirmer Wald Laubersheim de Bingen bey viemos habitar; em qual dos Estados Unidos em todos os alimentos que não faltava. Deus levaram-na pessoas certas! Você estava esperando minhas filhas doentes como seus próprios filhos! -no mês de agosto de 1829 minha filha Catherine a casar com o filho da casa, com Philipp Schirmer; no mês de outubro de 1829, juntei nossa colônia com meu enteado Jakob Adamy, esta nossa colônia ou posse da terra situa-se no Urwalde no Kilonien 48 tem o n º 46 e situa-se no Pikade Rio di Fiktoria, compramos para 20 Thaler; um Thaler local tem o valor de 6 francos suíços.

 

Porque o tempo para tempo durou até que recebemos uma colônia também não gosto de ando muito longe na floresta. Seria, então trocamos uma colônia dos EUA, com o qual nós; foram muito felizes 2 horas de Kamp ou terra livre é até depois da nossa posse! Temos boas terras planas e colinas! nossos apartamentos de fontes claras são bey. As cascatas de água para baixo no quarto de hora de nossos edifícios localizados Rio ou rio, que é navegável até a cidade de Porto Alegro, chifre de Georg Bauermann, que tem uma loja geral e Wirthschaft, o verheyrathet com non de sua filha Katharina tem agora construir uma nave, é o vizinho 4 de nós; nossa colônia possui 100 brema de profundidade na largura e 1600 no comprimento, um Brema tem 71/2 pés!

De todos os campo alemão e frutos do jardim, plantar, podemos ter vegetais verdes durante todo o ano. a mandioca ou raízes são muito agradáveis, gosto ainda melhor do que a batata, as raízes selvagens são compactados nas fábricas para a farinha mais fina e ainda mais caro do que sua farinha vendida; a alemão batata tem no ano 2 vezes; Tem poderes aqui um tipo lazaro, gosto de cenouras; a maioria é destinada para engorda de gado; Batatten são de sabor doce batata; sabor agradável.

Feijão bom, sobretudo preto e branco, também de todas as cores. Nós temos um barril meio cheio understandeth arroz e geerndtet de 5m; o Turco Weitzen ou o milho cai aqui muitas vezes duas vezes por ano; Vamos plantar cana de açúcar, do qual também licor é queimado aqui tão perto, como é a árvore de Streitbeer no jardim, o vinho vinhas thun as formigas de muitos danos; Oehl, algodão e tabaco crescem beynahe igual à erva daninha; as principais plantações são nos meses de setembro e dezembro. Os grãos, cevada, aveia, linho e cânhamo, ervilhas e lentilhas são foi semeada no mês de junho! O milho e batatas e os poderes tem no lote 2 vezes por ano, ainda não foi aqui temos frutas alemãs, frutas do Sul são laranjas, bananas, figos, limões, pêssegos, figos e as laranjas árvores, que crescem muito mais rápido do que na Alemanha a fruta árvores aqui! Mas em muitos lugares a licença de formigas que as árvores jovens não vêm!

Solo aqui na floresta requer não a melhoria de adubo! Esculpida em troncos de árvore que apodrecer no chão e as cinzas e a folhagem das árvores, fertilizar a terra;

A floresta não pode ser editada com o Pfluge ainda porque as raízes das árvores ainda estão de pé! -nossos utensílios de fazenda consiste apenas de machado e a enxada - feno que precisamos para não fazer, porque não é assim! Gado e cavalos e dia ir em um pasto cercado, as vacas voltam para seus bezerros à noite em casa do celeiro para ser ordenhadas. os cavalos são e ' tão manso que se chamam iguais abordagem vir; -Temos 4 vacas e 4 bezerros; um Farrochsen, dois cavalos, uma população jovem, 3 portátil gado, porcos mais do que suficiente; -Nós não podemos descrever o número de galinhas, porque não vemos quanto nós temos, não podemos nem contar; Vendemos já para 10 frangos Thaler de uma só vez; Anch. de manteiga e ovos, resolvemos muita grana! -Tudo o que pode vender e ganhar dinheiro mesmo em nosso bairro, não temos nenhuma falta de qualquer bom mas eu rahte alguém para vir aqui nos pensa, que seria ainda melhor na América do Norte!

 

Cada colono tem moagem moinho de mão dele, mas agora também existem vários Azenha moagem nos 3 principais Waldesstraßen ou Pik Aden e o país livre; a terra é habitada também por portugueses, alguns deles têm muitos milhares de gado e ovelhas e cavalos, que mesmo nichttwissen quanto! -Nossas 4 vacas com bezerros nos custam 64 Thaler, os cavalos 17 Thaler; Gado selvagem aqui não é um caça é frey em todos os lugares.

Os porcos selvagens são muitas vezes cem beysammen sábio; - Mas desde que nós e todos os colonos, temos alguns cães, para que estes podem ser os porcos em nossa vizinhança. As formigas e os pulgões são os vermes mais aqui, mas estas são em alguns lugares mais do que em outros, onde vivemos, sentimos pouco pulgas da areia nos pés; Aqui está um caloroso país, produz o calor das pulgas da areia!

 

O calor é tolerável para as pessoas, não é muito quente! Na época do Natal, é o mais quente aqui! O tempo de inverno que chove frequentemente meses Junho, julho e agosto, nele; o café cresce por aqui, porque está muito frio, e ainda que bebemos todos os dias 2 também provavelmente 3 vezes; Comemos carne todos os dias; com Zugemüse, temos a mesma alteração na Alemanha!

 

O clima deste país é saudável e a água pura e saborosa. devido as frequentes tempestades e fortes ventos são as casas todas de um piso; Podemos construir uma nova casa agora e cobri-lo com telhas de madeira, porque as plantas de tijolo estão demasiado longe; o bandido de cedro; aqui são os mais úteis e mais preciosa madeira, grossa e fina hastes para o prédio e móveis, entre outros Até agora ainda não temos os impostos! Já é de 60 anos de Português aqui, que não pagaram ainda nenhuma acusação! Na medida em que os subsídios ou as generosidades, então temos a metade a demanda ainda por um ano inteiro. também o gado prometido, Ackergeräth e afins!

 

O imperador do Brasil era tempo de seu Reino! Guerra, nós não e não pode determinar quanto tempo, como é agora, ainda permanecerá dessa forma;

No ano passado, os alemães construíram uma nova igreja evangélica é, pelo meu genro de Philipp Schirmer, um quarto de hora

Outra igreja protestante é de 2 horas por nós;

2 pastor protestante são os professores aqui, não tem apoio por parte do governo. Na natureza, nós temos nada para se preocupar, porque tantos alemães atrás de nós habitam; Desde o tempo que estamos aqui no país, grandes e pequenos já 21 alemães perderam suas vidas por selvagens.

Moro com meu genro Jakob Adamy e minha filha Henriette Katharina juntos numa habitação.

Temos vida em prazer, harmonia, contentamento, diligência e bem-estar com o outro! Então embora eu sou 63 anos dia 2 de maio deste ano, peço a Deus para mim, se ele gosta e me é útil, para viver mais 20 anos! Ficamos muito felizes com nossa posse livre de terras, temos para a vida! e ainda vendem outras frutas.

Nossos vizinhos são os mutuários livrarias Heinrich Haupert Sien, Peter Ehlin e Nicolaus Ehlin de Mammichel e Peter Reinheimer por Glan velho;

nosso povo do país de Niederweiler link está localizado a duas horas por nós;

Jakob vive festuca de hamlet link superior a 2 horas de nós em uma outra parede Pikade;

Wilhelm Maurer de Andreev vive também de 2 horas por nós;

Philipp Elicker também 2 horas, a partir de nós,

Mathias Maurer vive no campo ou a terra livre 2 horas por nós;

Peter Becker de igrejas Wiebel viveu também 2 horas por nós; Nicolaus que tudo vive a 4 horas daqui. Jakob. Eisen Schmidt, Thomehs Tochtermann de Sankt Wendel mora 3 horas de nós.

Michael Adamy de Schmidthachenbach, o irmão de meu Tochtermann

Deus abençoou o casamento de minha filha Henriette Katharina com um filho, no Santo batismo recebeu o nome de Philipp Jakob e dia de Michaelmas este ano será de 2 anos de idade e está vivo e saudável;

Minha outra filha Katharina vive 4 horas de nós, tem 2 filhos, um nome de 2 1/4 anos de idade filho Heinrich Jakob e uma menina de 8 semanas de idade, Maria Katharina; estão todos vivo e bem e são também na posição de sorte, como nós eternamente louvando a Deus por isso; Eles também têm floresta como nós, mas eles vivem mais perto para a terra dos livres; a filha de Catarina não queria mais profunda na floresta!

Minha irmã genro Maria Elisabeth desde 1829 verheyratet com Jakob Tabernilla de bey Holzbach Kirchberg para casa e vive no n º 21 na mesma Pikade que vivemos! -Ela tem um filho, um ano de idade;

Peter Bauer por Becherbach vive de nós uma lição, ele é confortável com sua jovem esposa e saudável;

Jakob Barth de Schmidthachenbach vive 4 horas de nós; Deus tem encantava-o com um filho,

Johannes Scherer e John selo de Hachenbach ao vivo da floresta, a trilha atravessa-los ao nosso Laneseygenthum; Estas são também no bem-estar.

Agora, meu filho amado passo Jakob Lind, saudações eu você e minha amada filha Louise multi mil vezes! também, minha filha, Henriette Katharina.

Catherine e seu marido me vê você e seus amados filhos.

Diga Olá para minha irmão Michael sammt esposa e filhos, para a irmã Louisa além de seu marido e filhos, Daniel Ney e sua família, Jakob Bettinger e sua família, meu cunhado Küßler, juntamente com a esposa e filhos muitas saudações!

 

Em toda família Küßlerische no link Niederweiler, Heinrich Voltz e todos os seus irmãos e irmãs, juntamente com as mulheres e crianças

Na Ludwig Mühlenbacher em Maintzweiler com a esposa e filhos

Muitos milhares cumprimentos de Bernhard Tilk na família Saudações Berschweiler eu muito amigável.

também meu bairro no link Niederweiler,

também meu Barbosa Anna Maria Schmidt em Dörrebach e seus filhos e neto e sua Anverwandtschaft toda cumprimentar cordialmente;

Saudações excelentes eu sinceramente o hamlet de link baixo Schmoll Reverendo senhor Pastor! sammt mulher escola professor Jakob Groß esposa e filhos, também o senhor!

 

Meu filho passo Jakob Adamy saudação ao seu primo e caminho Jakob Adamy em Limbach bey Meisenheim sammt esposa e filhos e sua esposa Gothe Anna Elisabetha Adamys cumprimentá-lo cordialmente.

Michael Adamy permite que seu cunhado Michael longo e todas suas parentes amigos e conhecidos em Limbach cumprimentos.

Eu posso ver a irmã Maria Elisabeth Peter Adamy em hamlet de cancro em Kirn tanto cumprimentar juntamente com sua esposa e filhos;

Por favor, passo amado filho Jakob Lind para enviar esta carta para Jakob Adamy em Kimbach!

 

Minha filha Catherine deixa sua mãe passo Maria Katharina Walsh e suas saudações amistosas de crianças!

Minha filha Henriette Katharina cumprimenta na Johannes Pirro em Steinbach e pede para ele se ele o dom, com o quê lhe deu pelo Bremen, para a sua irmã Louise, nomeadamente uma saia preta de Tuchenen, um par de meias de algodão, um colar de laço, um boné branco, um anel de prata dedo tem transmitida! e a Barbara Walsh um casamento preto CAP e um pano de saco de rothes por Katharina deram!

Como um presente, ele recebeu um Thaler como Traglöhn por minha filha Henriette Katharina!

Quer dizer bem-vindo amada filha Louise entrego o recibo do país do Ducado de Saxônia fundos sobre o track log você deve levantar o dinheiro sozinho, eu tê-lo aqui não nöth encalhado!

 

Todos vocês amados bem-vindo Werthgeschätzte Anverwante mulheres e conhecidos do Deus todo-poderoso abençoe fazer feliz e tem prazer em tempo e eternidade! Também pode por favor me tão rapidamente quanto possível para escrever e relatar tudo novo e estranho para mim e me conhece para Mogúncia, onde está o meu querido irmão Peter Löbian na América do Norte para parar, então eu às vezes para escrever.

 

Fazer o endereço ao escrever para mim, sobre o colono Jakob Adamy, residindo no 48 colônias ou Picade Rio de Fiktoria n. º 48 na selva na colónia de Sanct Leopoldo, bey de cidade proto Alegro na província do Rio Grande de Sul no Império do Brasil. a carta deve uma transliteração e petição com endereço para cônsul geral prussiano real senhor Freydank mestre Karl Wilhelm de excelência theremin no Rio de Janeiro, Franco ou Postfrei de Hamburgo, em seguida, vem sua carta Deus logo em minhas mãos!

Filho, adeus Vielgeliebeter Salazar

Viva bem-amada filha e seus queridos filhos!

Viver sempre para sempre a você nesta carta sobre o direito tudo bem nomeado e Jorge gegrüßte; Nunca devemos você neste mundo

Fazer o endereço ao escrever para mim, sobre o colono Jakob Adamy, residindo no 48 colônias ou Picade Rio de Fiktoria n. º 48 na selva na colónia de Sanct Leopoldo, bey de cidade proto Alegro na província do Rio Grande de Sul no Império do Brasil. a carta deve uma transliteração e petição com endereço para cônsul geral prussiano real senhor Freydank mestre Karl Wilhelm de excelência theremin no Rio de Janeiro, Franco ou Postfrei de Hamburgo, em seguida, vem sua carta Deus logo em minhas mãos!

Filho, adeus Vielgeliebeter Salazar

Viva bem-amada filha e seus queridos filhos!

Viver sempre para sempre a você nesta carta sobre o direito tudo bem nomeado e Jorge gegrüßte; Nunca veremos você neste mundo é assim que Deus podem acontecer; Meu coração e o sangue é muito grossa, minha sorte porque ainda muito mil vezes, então desejo a todos! Despedida em alegria, nunca você sofrer um sofrimento; a onipresente Trindade ser sempre sua ajuda e refúgio no tempo da peregrinação! "Lembre-se, frequentemente, para nós, como sempre estarei a pensar em você, e seu pai vai adorar-te ainda em seu túmulo."

 

Alemão mudou-se para a selva

Uma contribuição para a emigração do Brasil há 135 anos

Do Hansheinz Keller, Deuselbach

(Translation through Bing Translator - sorry!)

 

História e paisagem, de agosto de 1963, número 36

Casa para complementar do Saarbrücker Zeitung

 

O relato a seguir é uma cópia antecipada aparecendo nestes dias, faia "Nova casa no Brasil". Seu autor é Saarbrücken, nascido em. Hansheinz Keller foi por um longo tempo envolvido na coleção de material sobre a emigração dos alemães para o Brasil; Ele realizou uma visita de estudo e palestra neste país sul-americano para esta finalidade se há dois anos. O destaque da imigração alemã cai no tempo do Imperador Dom Pedro II (1831-1889); a esposa de Habsburg Pedros I., Leopoldina foi o impulso para consagrar o alemão. O Hamburgo major Dr. Schäffer encomendado sob este imperador com o recrutamento de colonos alemães, jogado para a imigração. Armazena um papel controverso. Ele estava envolvido na Fundação das colônias de Leopoldina e Franco vale na Bahia e mais tarde morreu de envenenamento por álcool, como ajudar o catequista no Boto Kuten sobre o Rio Doce. Ele foi o primeiro que enviou colonos alemães para o sul.

Até 1830, imigrantes da Alemanha no sul do Brasil chegaram em geral em 1823, que se estabeleceram em parte na cidade emergente de São Leopoldo, a maior parte, mas na selva ao norte desta cidade. Na Alemanha, corri a tempestade de jornais contra os métodos promocionais do Dr. Schäffer, e porque o governo brasileiro fez posteriormente não o apoio prometido por recrutadores e AIDS, a emigração foi banida mesmo depois do Brasil. Em torno de 1830, entrou em um impasse. Mais tarde o movimento de imigração revivido. Entre 1845 e 1853, ele novamente 2600 eram imigrantes no Sul, mas aqui é difícil especificar porque agora a colonização privada tinha empregado um número preciso. Esses primeiros imigrantes tinham sem vida fácil. Eles lutaram não só contra a selva densa e impenetrável, mas também contra os índios, cujos ataques tem matado vários colonos, cobras, insetos e animais selvagens. Mas com coragem de unverdrossenem, com diligência tenaz e grande resistência os recém-chegados gravou a luta com todas as tribulações e logo desenvolveram amigáveis fazendas, aldeias prósperas e progressistas cidades.

Também a cidade de Novo Hamburgo é uma das primeiras fundações de imigrantes alemães. Onde o existente antes mesmo da estrada de imigração tem uma junção para dentro de DOIs Irmãos, alguns empresários se estabeleceram, quem comprou os produtos dos colonos e deposto após a capital de Porto Alegre e fornecida por outro lado os colonos com bens necessários. Assim, era uma aldeia próspera, que os colonos chamado "Hamburger Hill", que fica em uma colina, e os comerciantes foram hambúrguer de imigrante aqui em breve. Já em 1857, a vila tornou-se uma paróquia, e em 1876 a primeira ferrovia do Rio Grande ligado a capital do Sul com a cidade florescente. O término foi ao pé de "Hamburger Hill" chamado o "Novo Hamburgo", então de novo Hamburgo. Além das atividades comerciais, tinha desenvolvido uma indústria animada mas em meados do século passado. Em particular, havia produtos de couro e trem arreios, selas e chinelos de couro, chamados de "Chinelos", que é mais importante. Artigo de exportação eram e eram produzidos em casa indústria. Fundador da indústria de couro, em Novo Hamburgo foi de Nikolaus Becker imigraram em 1797 da Renânia.

Entre os muitos emigrantes do Hunsrück e Sarre foram nos anos de 1824 a 1829 de imigrantes alemães. De pesquisadores meritórios, Pedry principal, cuja Vorfahre imigrou de Theley (Sarre), e que também escreveu um livro sobre o Novo Hamburgo, fornecida uma lista de mim, que no entanto pode não pretendem idade.

Os nomes dos seguintes imigrantes alemães são retirados desta lista:

(A grafia do nome de família pode conter aí erro; é, onde estava com defeito, corrigido o um dos nomes de lugar)

Jacob entregou, Igreja Católica, St. Wendel, em 22 de maio de 1829, com o navio "Olbers" de acordo com DOIs Irmãos.

Georg Jacob Fuchs, EV., Niederlinxweiler, em 18 de março de 1829, com "Olbers" de acordo com DOIs Irmãos;

John Hanauer, igrejas Wiebel, em 18 de março de 1829, com "Olbers" de acordo com Sao Jose Hortensio;

Heinrich Helfenstein, EV., Thallichtenberg/St. Wendel, 24 de maio de 1829, com "Friedrich Adler", de acordo com DOIs Irmãos.

Michel Junge s, Católica, Dietzbach Saarlouis, em 3 de março de 1829, com "Olbers" de acordo com Sao Jose Hortensio;

Peter Kappel, EV., Saarbrücken em 9 de maio de 1829, com "Olbers" depois de Novo Hamburgo;

Jacob Kunzler, Católica, em Willingen / Saarlouis, (provavelmente em Dillingen/Saarlouis) em 18 de março de 1829, com "Olbers" de acordo com BOM Jardin;

Johann Lauermann, Wadern, 4 de fevereiro de 1827, após BOM Jardin;

Johann Petri, Theley, em 9 de maio de 1829 para DOIs Irmãos;

Santos, EV., Andreev, em 18 de março de 1829, com "Olbers" depois de Campo

Peter Kappel, EV.,' Saarbrücken, 9 de maio de 1829, com "Olbers" depois de Novo Hamburgo;

Jacob Kunzler, kaduskar, Willingen, Saarlouis (provavelmente em Dillingen/Saarlouis) em 18 de março de 1829, com "Olbers" de acordo com BOM Jardin:

Johann Lauermann, Wadern, 4 de fevereiro de 1827, após BOM Jardin;

Johann Petri, Theley, em 9 de maio de 1829 para DOIs Irmãos;

Leonhard Voltz, Niederlinxweiler, em 18 de março de 1829, com "Olbers" depois de Campo Bom.

Também mudou: Jakob festuca (Oberlinxweiler), Wilhelm Maurer (Andreev), Mathias Maurer (Andreev), Peter Becker (igrejas de Wiebel), Jakob Schmidt (ferro), Thome (St. Wendel) e Philipp Elicker (Niederlinxweiler), Johann Friedrich Löbian (Niederlinxweiler)

 

 

O tempo de emigração e colonização, a seguinte carta de um emigrante do Sarre dá uma visão interessante:

"Desde o Colonie Sanct Leopoldo, não longe da cidade de Porto Alegro, na província do Rio Grande de Sul no Império do Brasil, escrito no domingo dia 21 de abril no ano de 1833"

Meu up até a morte, fielmente amado genro Jacob Lind e como calorosamente amada filha Louise no link Niederweiler por Johann Friedrich Löbian de Niederweiler link. Meus filhos amei de toda a tua alma! E todos os meus irmãos Werthgeschätzten e irmãs, amigos, parentes e conhecidos!

 

 

A graça de Deus, do pai, que espírito queria o amor de Jesus Cristo e a Comunidade dos Santos pode mantê-lo com seus queridos filhos e assistindo, abençoado e feliz com a melhor saúde e prosperidade e beynahe feliz têm 5 anos em que deixei você com minhas 2 filhas e genro de viajar uma estadia melhor de vida próxima 5000 horas além dos sete mares, mas minhas tausenfachen Herzinniglichen saudações para você alcançar com este letras! mögten bênçãos como bênção de seu pai estar com você! mögtet dela mas minhas e minhas filhas e meus avós ler filhos de boa saúde e boas circunstâncias mögtet nossa sempre pensei que a distante e ligou para nós quanto a ti, Deus! mögte em breve você até uma carta recebida pelo ó eu ficaria bastante feliz; com a minha e se recebi tudo o que dela Saudações marcos nesta carta de você que você deseja e ainda me achou o então eu iria com alegria o túmulo contra a mensagem e, em seguida, em um melhor mundo é Deus juntos levam-me novamente que provavelmente mal mais que abraçar meus braços na terra, mais uma vez, meus olhos ver e beijar meus lábios!

 

 

Walsh com minhas 2 filhas, Henriette Katharina e Maria Katharina e a Tochtermann Friedrich eu um navegou de Bremen para baixo com o navio "Albers" há 3 dias Michaelis 1828 em alto mar, de 783 a bordo dos barcos estavam residindo, 33 crianças morreram, 42 nascido; a morte roubou sete mulheres. Uma vez tivemos uma tempestade e tempestades pesadas, que durou 10 dias, mas, depois, tivemos uma alegre provavelmente árdua mas não perigosa lago e mar viagem! 3 dias antes do Natal Festival 1828 somos da nave para o país aumentou bey Armaßon de Rio de Janeiro; a todos os lugares zugegende Deus tinha recebido nos frescos e saudáveis! Verheyrathete 3 semanas depois de Natal são minha filha Henriette Katharina com Jakob Adamy de Schrnidthackenbach em Kirn na; Eles estavam copulando na igreja inglesa no Rio de Janeiro por um clérigo Inglês; 8 dias depois de seu casamento, Deus deu a minha filha Catherine um filho jovem. Sua mãe, seu irmão com 5 filhos e sua irmã estão vivos conosco e provavelmente chegaram a Jakob Adamy, acabou não Wagstück pequeno 3 lagos, a viagem após um outro Welttheil tomando o espanhol mar, mar do Norte e o Oceano Atlântico! Após o casamento da minha filha Henriette Kathrina, meu genro Jakob Adamy na mãe Armaßon morreu Wodien 4. Lá nós nos 14 semanas de entupir a 10 de março de 1829, com um portuguesa ski ' fizemos a unidade frey após Porto Alegro e de lá até depois de nova cidade Sanct Leopoldo nesta última viagem, Deus levou as crianças (minha filha Katharina que maßon ar nascido era voltar a mesmo!

 

Meu genro Friedrich Werkle Alegro morreu no Porto no hospital; em Armaßon, ele tornou-se doente. Embora tenha sido muito bem servidos para em Porto Alegro e muito dedicado a sua vida para obter os médicos, então, decidido, mas ao contrário de Deus sobre ele! -Também as minhas 2 filhas foram atacadas na última viagem da doença mortal, eles estavam aflitos um quarto ano, Deus toda a bondade que ela me deu; Mas eles estavam gravemente doentes, para que nenhum outro alcançarem uma água do porta-malas! -Eu e meu genro Jakob Adamy estavam na água ou na terra todos: doente com menos de uma hora.

 

Chegamos no dia 10 de maio 1829 feliz nesta terra abençoado por Deus com abundante fertilidade onde tudo sempre cresce e floresce; Bey Georg Schirmer Wald Laubersheim de Bingen bey viemos habitar; em qual dos Estados Unidos em todos os alimentos que não faltava. Deus levaram-na pessoas certas! Você estava esperando minhas filhas doentes como seus próprios filhos! -no mês de agosto de 1829 minha filha Catherine a casar com o filho da casa, com Philipp Schirmer; no mês de outubro de 1829, juntei nossa colônia com meu enteado Jakob Adamy, esta nossa colônia ou posse da terra situa-se no Urwalde no Kilonien 48 tem o n º 46 e situa-se no Pikade Rio di Fiktoria, compramos para 20 Thaler; um Thaler local tem o valor de 6 francos suíços.

 

Porque o tempo para tempo durou até que recebemos uma colônia também não gosto de ando muito longe na floresta. Seria, então trocamos uma colônia dos EUA, com o qual nós; foram muito felizes 2 horas de Kamp ou terra livre é até depois da nossa posse! Temos boas terras planas e colinas! nossos apartamentos de fontes claras são bey. As cascatas de água para baixo no quarto de hora de nossos edifícios localizados Rio ou rio, que é navegável até a cidade de Porto Alegro, chifre de Georg Bauermann, que tem uma loja geral e Wirthschaft, o verheyrathet com non de sua filha Katharina tem agora construir uma nave, é o vizinho 4 de nós; nossa colônia possui 100 brema de profundidade na largura e 1600 no comprimento, um Brema tem 71/2 pés!

De todos os campo alemão e frutos do jardim, plantar, podemos ter vegetais verdes durante todo o ano. a mandioca ou raízes são muito agradáveis, gosto ainda melhor do que a batata, as raízes selvagens são compactados nas fábricas para a farinha mais fina e ainda mais caro do que sua farinha vendida; a alemão batata tem no ano 2 vezes; Tem poderes aqui um tipo lazaro, gosto de cenouras; a maioria é destinada para engorda de gado; Batatten são de sabor doce batata; sabor agradável.

Feijão bom, sobretudo preto e branco, também de todas as cores. Nós temos um barril meio cheio understandeth arroz e geerndtet de 5m; o Turco Weitzen ou o milho cai aqui muitas vezes duas vezes por ano; Vamos plantar cana de açúcar, do qual também licor é queimado aqui tão perto, como é a árvore de Streitbeer no jardim, o vinho vinhas thun as formigas de muitos danos; Oehl, algodão e tabaco crescem beynahe igual à erva daninha; as principais plantações são nos meses de setembro e dezembro. Os grãos, cevada, aveia, linho e cânhamo, ervilhas e lentilhas são foi semeada no mês de junho! O milho e batatas e os poderes tem no lote 2 vezes por ano, ainda não foi aqui temos frutas alemãs, frutas do Sul são laranjas, bananas, figos, limões, pêssegos, figos e as laranjas árvores, que crescem muito mais rápido do que na Alemanha a fruta árvores aqui! Mas em muitos lugares a licença de formigas que as árvores jovens não vêm!

Solo aqui na floresta requer não a melhoria de adubo! Esculpida em troncos de árvore que apodrecer no chão e as cinzas e a folhagem das árvores, fertilizar a terra;

A floresta não pode ser editada com o Pfluge ainda porque as raízes das árvores ainda estão de pé! -nossos utensílios de fazenda consiste apenas de machado e a enxada - feno que precisamos para não fazer, porque não é assim! Gado e cavalos e dia ir em um pasto cercado, as vacas voltam para seus bezerros à noite em casa do celeiro para ser ordenhadas. os cavalos são e ' tão manso que se chamam iguais abordagem vir; -Temos 4 vacas e 4 bezerros; um Farrochsen, dois cavalos, uma população jovem, 3 portátil gado, porcos mais do que suficiente; -Nós não podemos descrever o número de galinhas, porque não vemos quanto nós temos, não podemos nem contar; Vendemos já para 10 frangos Thaler de uma só vez; Anch. de manteiga e ovos, resolvemos muita grana! -Tudo o que pode vender e ganhar dinheiro mesmo em nosso bairro, não temos nenhuma falta de qualquer bom mas eu rahte alguém para vir aqui nos pensa, que seria ainda melhor na América do Norte!

 

Cada colono tem moagem moinho de mão dele, mas agora também existem vários Azenha moagem nos 3 principais Waldesstraßen ou Pik Aden e o país livre; a terra é habitada também por portugueses, alguns deles têm muitos milhares de gado e ovelhas e cavalos, que mesmo nichttwissen quanto! -Nossas 4 vacas com bezerros nos custam 64 Thaler, os cavalos 17 Thaler; Gado selvagem aqui não é um caça é frey em todos os lugares.

Os porcos selvagens são muitas vezes cem beysammen sábio; - Mas desde que nós e todos os colonos, temos alguns cães, para que estes podem ser os porcos em nossa vizinhança. As formigas e os pulgões são os vermes mais aqui, mas estas são em alguns lugares mais do que em outros, onde vivemos, sentimos pouco pulgas da areia nos pés; Aqui está um caloroso país, produz o calor das pulgas da areia!

 

O calor é tolerável para as pessoas, não é muito quente! Na época do Natal, é o mais quente aqui! O tempo de inverno que chove frequentemente meses Junho, julho e agosto, nele; o café cresce por aqui, porque está muito frio, e ainda que bebemos todos os dias 2 também provavelmente 3 vezes; Comemos carne todos os dias; com Zugemüse, temos a mesma alteração na Alemanha!

 

O clima deste país é saudável e a água pura e saborosa. devido as frequentes tempestades e fortes ventos são as casas todas de um piso; Podemos construir uma nova casa agora e cobri-lo com telhas de madeira, porque as plantas de tijolo estão demasiado longe; o bandido de cedro; aqui são os mais úteis e mais preciosa madeira, grossa e fina hastes para o prédio e móveis, entre outros Até agora ainda não temos os impostos! Já é de 60 anos de Português aqui, que não pagaram ainda nenhuma acusação! Na medida em que os subsídios ou as generosidades, então temos a metade a demanda ainda por um ano inteiro. também o gado prometido, Ackergeräth e afins!

 

O imperador do Brasil era tempo de seu Reino! Guerra, nós não e não pode determinar quanto tempo, como é agora, ainda permanecerá dessa forma;

No ano passado, os alemães construíram uma nova igreja evangélica é, pelo meu genro de Philipp Schirmer, um quarto de hora

Outra igreja protestante é de 2 horas por nós;

2 pastor protestante são os professores aqui, não tem apoio por parte do governo. Na natureza, nós temos nada para se preocupar, porque tantos alemães atrás de nós habitam; Desde o tempo que estamos aqui no país, grandes e pequenos já 21 alemães perderam suas vidas por selvagens.

Moro com meu genro Jakob Adamy e minha filha Henriette Katharina juntos numa habitação.

Temos vida em prazer, harmonia, contentamento, diligência e bem-estar com o outro! Então embora eu sou 63 anos dia 2 de maio deste ano, peço a Deus para mim, se ele gosta e me é útil, para viver mais 20 anos! Ficamos muito felizes com nossa posse livre de terras, temos para a vida! e ainda vendem outras frutas.

Nossos vizinhos são os mutuários livrarias Heinrich Haupert Sien, Peter Ehlin e Nicolaus Ehlin de Mammichel e Peter Reinheimer por Glan velho;

nosso povo do país de Niederweiler link está localizado a duas horas por nós;

Jakob vive festuca de hamlet link superior a 2 horas de nós em uma outra parede Pikade;

Wilhelm Maurer de Andreev vive também de 2 horas por nós;

Philipp Elicker também 2 horas, a partir de nós,

Mathias Maurer vive no campo ou a terra livre 2 horas por nós;

Peter Becker de igrejas Wiebel viveu também 2 horas por nós; Nicolaus que tudo vive a 4 horas daqui. Jakob. Eisen Schmidt, Thomehs Tochtermann de Sankt Wendel mora 3 horas de nós.

Michael Adamy de Schmidthachenbach, o irmão de meu Tochtermann

Deus abençoou o casamento de minha filha Henriette Katharina com um filho, no Santo batismo recebeu o nome de Philipp Jakob e dia de Michaelmas este ano será de 2 anos de idade e está vivo e saudável;

Minha outra filha Katharina vive 4 horas de nós, tem 2 filhos, um nome de 2 1/4 anos de idade filho Heinrich Jakob e uma menina de 8 semanas de idade, Maria Katharina; estão todos vivo e bem e são também na posição de sorte, como nós eternamente louvando a Deus por isso; Eles também têm floresta como nós, mas eles vivem mais perto para a terra dos livres; a filha de Catarina não queria mais profunda na floresta!

Minha irmã genro Maria Elisabeth desde 1829 verheyratet com Jakob Tabernilla de bey Holzbach Kirchberg para casa e vive no n º 21 na mesma Pikade que vivemos! -Ela tem um filho, um ano de idade;

Peter Bauer por Becherbach vive de nós uma lição, ele é confortável com sua jovem esposa e saudável;

Jakob Barth de Schmidthachenbach vive 4 horas de nós; Deus tem encantava-o com um filho,

Johannes Scherer e John selo de Hachenbach ao vivo da floresta, a trilha atravessa-los ao nosso Laneseygenthum; Estas são também no bem-estar.

Agora, meu filho amado passo Jakob Lind, saudações eu você e minha amada filha Louise multi mil vezes! também, minha filha, Henriette Katharina.

Catherine e seu marido me vê você e seus amados filhos.

Diga Olá para minha irmão Michael sammt esposa e filhos, para a irmã Louisa além de seu marido e filhos, Daniel Ney e sua família, Jakob Bettinger e sua família, meu cunhado Küßler, juntamente com a esposa e filhos muitas saudações!

 

Em toda família Küßlerische no link Niederweiler, Heinrich Voltz e todos os seus irmãos e irmãs, juntamente com as mulheres e crianças

Na Ludwig Mühlenbacher em Maintzweiler com a esposa e filhos

Muitos milhares cumprimentos de Bernhard Tilk na família Saudações Berschweiler eu muito amigável.

também meu bairro no link Niederweiler,

também meu Barbosa Anna Maria Schmidt em Dörrebach e seus filhos e neto e sua Anverwandtschaft toda cumprimentar cordialmente;

Saudações excelentes eu sinceramente o hamlet de link baixo Schmoll Reverendo senhor Pastor! sammt mulher escola professor Jakob Groß esposa e filhos, também o senhor!

 

Meu filho passo Jakob Adamy saudação ao seu primo e caminho Jakob Adamy em Limbach bey Meisenheim sammt esposa e filhos e sua esposa Gothe Anna Elisabetha Adamys cumprimentá-lo cordialmente.

Michael Adamy permite que seu cunhado Michael longo e todas suas parentes amigos e conhecidos em Limbach cumprimentos.

Eu posso ver a irmã Maria Elisabeth Peter Adamy em hamlet de cancro em Kirn tanto cumprimentar juntamente com sua esposa e filhos;

Por favor, passo amado filho Jakob Lind para enviar esta carta para Jakob Adamy em Kimbach!

 

Minha filha Catherine deixa sua mãe passo Maria Katharina Walsh e suas saudações amistosas de crianças!

Minha filha Henriette Katharina cumprimenta na Johannes Pirro em Steinbach e pede para ele se ele o dom, com o quê lhe deu pelo Bremen, para a sua irmã Louise, nomeadamente uma saia preta de Tuchenen, um par de meias de algodão, um colar de laço, um boné branco, um anel de prata dedo tem transmitida! e a Barbara Walsh um casamento preto CAP e um pano de saco de rothes por Katharina deram!

Como um presente, ele recebeu um Thaler como Traglöhn por minha filha Henriette Katharina!

Quer dizer bem-vindo amada filha Louise entrego o recibo do país do Ducado de Saxônia fundos sobre o track log você deve levantar o dinheiro sozinho, eu tê-lo aqui não nöth encalhado!

 

Todos vocês amados bem-vindo Werthgeschätzte Anverwante mulheres e conhecidos do Deus todo-poderoso abençoe fazer feliz e tem prazer em tempo e eternidade! Também pode por favor me tão rapidamente quanto possível para escrever e relatar tudo novo e estranho para mim e me conhece para Mogúncia, onde está o meu querido irmão Peter Löbian na América do Norte para parar, então eu às vezes para escrever.

 

Fazer o endereço ao escrever para mim, sobre o colono Jakob Adamy, residindo no 48 colônias ou Picade Rio de Fiktoria n. º 48 na selva na colónia de Sanct Leopoldo, bey de cidade proto Alegro na província do Rio Grande de Sul no Império do Brasil. a carta deve uma transliteração e petição com endereço para cônsul geral prussiano real senhor Freydank mestre Karl Wilhelm de excelência theremin no Rio de Janeiro, Franco ou Postfrei de Hamburgo, em seguida, vem sua carta Deus logo em minhas mãos!

Filho, adeus Vielgeliebeter Salazar

Viva bem-amada filha e seus queridos filhos!

Viver sempre para sempre a você nesta carta sobre o direito tudo bem nomeado e Jorge gegrüßte; Nunca devemos você neste mundo

Fazer o endereço ao escrever para mim, sobre o colono Jakob Adamy, residindo no 48 colônias ou Picade Rio de Fiktoria n. º 48 na selva na colónia de Sanct Leopoldo, bey de cidade proto Alegro na província do Rio Grande de Sul no Império do Brasil. a carta deve uma transliteração e petição com endereço para cônsul geral prussiano real senhor Freydank mestre Karl Wilhelm de excelência theremin no Rio de Janeiro, Franco ou Postfrei de Hamburgo, em seguida, vem sua carta Deus logo em minhas mãos!

Filho, adeus Vielgeliebeter Salazar

Viva bem-amada filha e seus queridos filhos!

Viver sempre para sempre a você nesta carta sobre o direito tudo bem nomeado e Jorge gegrüßte; Nunca veremos você neste mundo é assim que Deus podem acontecer; Meu coração e o sangue é muito grossa, minha sorte porque ainda muito mil vezes, então desejo a todos! Despedida em alegria, nunca você sofrer um sofrimento; a onipresente Trindade ser sempre sua ajuda e refúgio no tempo da peregrinação! "Lembre-se, frequentemente, para nós, como sempre estarei a pensar em você, e seu pai vai adorar-te ainda em seu túmulo."

Historische Forschungen · Roland Geiger · Alsfassener Straße 17 · 66606 St. Wendel · Telefon: 0 68 51 / 31 66
E-Mail: rolgeiger(at)aol.com · (c)2009 hfrg.de

Diese Website durchsuchen

Suchen & Finden  
erweiterte Suche